Papiloscopista passa por capacitação voltada à identificação de vítimas de desastres em...

Papiloscopista passa por capacitação voltada à identificação de vítimas de desastres em massa

COMPARTILHE

A papiloscopista Gilsa Aguiar participou de uma capacitação de Necropapiloscopia Forense, realizada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) na Polícia Técnico-Científica de Goiás, entre os dias 21 e 25 de agosto.

O curso foi voltado ao aprimoramento das técnicas de identificação humana em casos de desastres em massa. Segundo a papiloscopista, foram apresentados conceitos teóricos e práticos, com atividades realizadas no IML de Goiânia. “Foi realizado um treinamento com reagentes químicos para o tratamento das impressões digitais, tanto da derme quanto na epiderme”, citou.

Mesmo estando à frente da necropapiloscopia há anos, a servidora acredita que sempre é válido aprender novas técnicas para a obter melhores resultados. “Durante a capacitação foi ressaltada a importância do planejamento e da integração entre todas as áreas da perícia e identificação envolvidas no evento de DVI (Disaster Victim Identification), desde as melhores técnicas em cada caso, a logística e o apoio dos demais agentes de segurança pública’’.

Após a capacitação, a profissional irá compartilhar os conhecimentos com os colegas sobre as metodologias aprendidas. Participaram da capacitação 28 papiloscopistas de quase todos os Estados da Federação.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA